22 de março de 2017

Mensagem do Ministro Provincial dos Conventuais

É com alegria que celebramos os 800 anos do Perdão de Assis. Celebramos esse acontecimento memorável no qual Francisco pede ao Papa a indulgência plenária para a Capela de Santa Maria dos Anjos, a Porciúncula. Francisco deseja mandar a todos para o céu. Francisco deseja que a misericórdia de Deus esteja acessível a todos. E deseja que a pequena ermida, a pequena capela por ele reconstruída, seja um espaço de perdão e reconciliação. Deus habita o coração humano. É ali que ele faz morada. Por isso, Francisco deseja que todo homem e toda mulher possam experimentar a alegria dessa misericórdia e desse perdão.

Para nós, Família Franciscana do Brasil, celebrar os 800 anos do perdão de Assis é celebrar a nossa vocação de embaixadores da misericórdia, de sermos instrumentos de paz e de perdão neste mundo tão ferido. Hoje, mais do que nunca, nós somos chamados a fazer da nossa vida uma profecia. A fazer da nossa vida expressão da misericórdia e da ternura de Deus.

Venha participar conosco, venha se unir à Família Franciscana do Brasil nesse momento histórico. Neste Capítulo das Esteiras, mais do que nos mostrarmos ao mundo, é momento de sentirmo-nos uma única Família, um só coração, unidos no sonho, no ideal de Francisco e Clara de Assis. Um mundo sem fronteiras, um mundo solidário. Um mundo que na unidade se lembra dos pobres, dos feridos, por todo tipo de maldade. Um mundo onde a pessoa humana esteja em primeiro lugar. Venha participar conosco, meu irmão, minha irmã, da Primeira e da Segunda Ordem, de diversas congregações e institutos, também todos os irmãos e irmãs da Ordem Franciscana Secular e Jufra e todos os simpatizantes e amigos de São Francisco. As portas do perdão, as portas da misericórdia, as portas da nossa Porciúncula estão abertas. Participe conosco!

Frei Gilson Nunes, OFMConv
Conselheiro da CFFB e Ministro Provincial da
Província São Francisco de Assis (SP)