22 de março de 2017

Mensagem do Ministro Provincial dos Capuchinhos

Em agosto, a Família Franciscana do Brasil se reúne na casa da Mãe Aparecida. Estamos no Ano Mariano dos 300 anos do encontro da pequena imagem da Imaculada, sob o título de Aparecida. Não poderia existir um lugar mais oportuno para celebrar o Perdão de Assis e os 50 anos de criação da Conferência da Família Franciscana do Brasil. É preciso voltar a Assis. Com esse lema somos chamados a contemplar a nossa história.

O Papa Francisco recordava no Ano da Vida Consagrada que é preciso olhar o passado com gratidão. É preciso voltar a Assis. Voltar e contemplar com o coração agradecido, pois são tantos motivos, e vamos fazer como família esse agradecimento. Recordava também que é preciso viver o presente com paixão. A nossa família franciscana tem um DNA muito forte e em todo o Brasil há franciscano e franciscana testemunhando esse Deus apaixonado, exagerado, que entregou sua vida por nós. Lembrava ainda o Francisco de Roma que temos de abraçar o futuro com esperança. A esperança nos faz recomeçar tudo de novo, como dizia o Pai São Francisco. Temos uma herança espiritual forte e preciosa que nos foi dada e que espera ser atualizada e vivida por todos nós, franciscanos e franciscanas. O nosso Capítulo das Esteiras vai ser essa oportunidade única para fazer memória da vocação à vida fraterna, nosso diferencial na Igreja e no mundo.

Disse o Papa Francisco aos superiores gerais reunidos: “Despertai o mundo. Sede testemunhas de um mundo diferente no fazer, no agir e viver”. É possível viver diversamente neste mundo. Portanto, façamos a diferença com nossa presença e a nossa participação no Capítulo das Esteiras e que testemunhemos o Evangelho vivo que Francisco viveu, e que é tão atual.

Frei Carlos Silva, OFMCap
Ministro Provincial da Província da
Imaculada Conceição (SP)